Dívidas de Afonso Lemos foram pagas com dinheiro público segundo provas do MP.

O MP de Macau tornou público a ação civil pública de improbidade administrativa que pediu a condenação do prefeito Túlio Lemos e sua esposa Andrea Lemos por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito através do Inquérito Civil de n° 113.2017.000.783.


Dentre as provas do processo estão os controles financeiros através de fichas de débito, extratos bancários e conversas de WhatsApp que segundo o Ministério Público demonstram que na época uma aliada do prefeito Túlio Lemos foi empregada em cargo comissionado sem ter a capacidade técnica exigida por lei para apenas quitar dívidas da Primeira Dama e de alguns parentes do prefeito Túlio Lemos.


Em uma das fichas de débito consta o registro de dívida do ex prefeito de Macau Afonso Lemos, pai do atual prefeito de Macau Túlio Lemos.
Na ficha consta um débito no nome de Afonso Lemos no valor de 350 reais, e logo abaixo a descrição “dinheiro emprestado” e o valor de 1.750 reais.
A senhora Ivoneide a quem as compras foram feitas confirma que o nome Afonso que consta na ficha de débito é do pai do prefeito Túlio Lemos, o ex prefeito Afonso Lemos, e que também outros parentes do prefeito compravam na ficha de Andrea Lemos. 


Para o Ministério Público essa dívida foi paga com a nomeação da então aliada do prefeito para ocupar cargos comissionados sem a capacidade técnica, ou seja, para o MP a credora foi empregada pelo prefeito a pedido da Primeira Dama para quitar dívidas de campanha e dívidas pessoais, muitas dos familiares do prefeito Túlio Lemos.
Para tanto o MP pediu o bloqueio de bens do prefeito de Macau Túlio Lemos e da Primeira Dama Andreia Lemos no valor de mais de 14 mil reais, além de suas condenações por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito para a Primeira Dama.


Caso seja condenado pela justiça Túlio perderá seu mandato além de ficar inelegível por até 8 anos.

É isso aí!
Por Leandro de Souza

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*