MITOS E VERDADES SOBRE A LEI SECA CONFUNDEM MOTORISTAS

No ano passado, a Lei Seca no Rio Grande do Norte ganhou destaque e projeção nacional pela ação intensiva dos oficiais. Diante da “linha dura” no Estado, muitos motoristas se deixam enganar por mitos criados acerca da lei e de seus métodos.
O inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Aliathar Gibson, comenta que os principais mitos criados em relação à Lei Seca são fruto de tentativas frustradas de condutores de escaparem do famoso e temido teste do bafômetro. Ele explica que um dos maiores mitos criados é de que outras bebidas, como sucos, ou enxaguantes bucais possam inibir o resultado do teste.
“Nenhuma bebida pode impedir que o bafômetro ateste o uso de álcool, isso acontece porque a m

áquina não funciona a partir do hálito do motorista, e sim a partir do ar respirado, permeado pelo álcool presente na corrente sanguínea”, explicou o inspetor.
Ele comentou também que outra alegoria usada pelos condutores na hora de se justificar quanto ao uso de álcool é o famoso “Bombom de licor”. Gibson explica que esse tipo de chocolate tem uma quantidade muito pequena de álcool, que é imperceptível no bafômetro, a menos que o chocolate tenha acabado de ser ingerido.
“O bombom de licor é costumeiramente usado como desculpa para tentar esconder um possível uso de bebida alcoólica”, explicou Gibson, lembrando que a mesma regra vale para os enxaguantes bucais que possuem álcool. “Usados em um período maior do que 15 minutos, estes artefatos nenhum resultado mostra no bafômetro”.
Ele explica que a “ressaca” também é uma dúvida constante dos condutores. Gibson explica que neste caso pode ser que mesmo sem beber o motorista pode ser pego no teste, uma vez que o álcool demora entre 4 e 6 horas para sair do organismo, e em grandes quantidades pode demorar até mais.
Gibson também esclareceu que outros tipos de drogas, como maconha e cocaína, não são percebidas pelo bafômetro, diferindo do que muitas pessoas pensavam. Porém alerta que as blitze também estão prontas para detectarem usuários de entorpecentes diversos. “A pesar do bafômetro não conseguir aferir o uso da maconha ou cocaína, estamos treinados para observar, através de outros sinais, que o condutor está drogado”, finalizou.

Mitos e verdades sobre a Lei Seca

F – Usar enxaguante bucal com álcool e dirigir resulta em multa.

F -Usar outra bebida mascara álcool no bafômetro

V -Bafômetro não detecta maconha e outras drogas

V – Comer bombom de licor e dirigir não resulta em multa.

F – Dirigir 3h após parar de beber não incide em multa

Omossoroense

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*