PLANOS DE CARGOS SERÃO EXECUTADOS, DIZ SECRETÁRIO

O secretário estadual de Planejamento, Gustavo Nogueira, observou que os planos de servidores aprovados e que deverão entrar em execução em 2015 somam R$ 343 milhões por ano. Há ainda outros R$ 22 milhões referentes ao impacto anual de planos que já deveriam ter sido implantados e não foram. No total, o impacto dos planos dos servidores soma R$ 366 milhões.

Só o plano da Polícia Militar soma R$ 72 milhões. O magistério, com o aumento de 13%, trará um impacto anual de R$ 190 milhões. “Esse é o desafio. A folha cresceu muito além da inflação. Qualquer despesa gerada tenho que ter uma fonte de receita que assegure. Precisamos colocar o governo para funcionar, corretamente, seriamente. Isso é um processo para retomar o equilíbrio fiscal. Não há como fazer política pública sem resgatar o equilíbrio fiscal”, destacou.

O secretário confirmou que há determinação do governador Robinson Faria para todos os planos serem implantados. “Os planos estão assegurados. O governador recomendou todos os direitos dos servidores. As projeções foram feitas. O grande desafio é equilibrar, qualificar o gasto, rever contrato, otimizar o processo e ampliar a base de arrecadação. Precisamos resgatar o equilíbrio fiscal do Estado. Preservar saúde, educação e folha”, ressaltou. Gustavo Nogueira também disse que há “todo esforço para pagar a folha de pessoal”. Segundo ele, é prioridade.

Outra preocupação demonstrada pelo secretário de Planejamento é com o pagamento dos precatórios. Ano passado, o Governo desembolsou apenas R$ 4 milhões. A previsão para este ano é de R$ 100 milhões. “Vamos ter que fazer o enfrentamento disso,  reduzir o gasto e começar a equilibrar”, destacou.

TN

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*