PREFEITURA DE MACAU GASTA MAIS DE R$ 100 MIL COM ABADÁS PARA CARNAVAL

O valor mais alto pago em contratos publicados na edição de hoje, no entanto, é o referente a fornecimento de refeições

carnaval

Após uma festa de Ano Novo milionária (já investigada pelo Ministério Público do RN), a Prefeitura de Macau deu início nesta semana a divulgação dos gastos, no Diário Oficial do Estado (DOE), com o carnaval 2015. E, entre as despesas, destaque para o montante de mais de R$ 105 mil que o prefeito Kerginaldo Pinto (PMDB) vai pagar pela “aquisição de camisetas e abadás para atender as necessidades da equipe da Prefeitura responsável pela organização do carnaval, bloco da Melhor Idade e Bloco das Crianças do Município”.

O valor, por sinal, é maior que a quantia que o prefeito vai gastar na contratação de segurança privada para o evento. Afinal, serão R$ 104,9 mil para a presença de “segurança não armada para prestação de serviços durante o período do carnaval 2015″. A empresa contratada para a prestação do serviço é a EMPRESSERV.

O valor mais alto pago em contratos publicados na edição de hoje, no entanto, é o referente a “fornecimento de refeições para atender ao pessoal das equipes de apoio técnico, coordenação e produção do carnaval, ao pessoal da segurança, aos policiais de apoio das policiais civil e militar, dos agentes de proteção ao menor e conselheiros tutelares de plantão que estarão trabalhando na organização e controle em todos os pólos onde acontecerão eventos programas do Carnaval”.

Por esse serviço, o prefeito Kerginaldo Pinto vai pagar quase R$ 150 mil, tendo contratado a empresa WBIRANILTON L DE ARAÚJO/ME.

RECOMENDAÇÕES

O Ministério Público do RN também divulgou nesta semana uma série de recomendações com o objetivo de evitar a “poluição sonora emanada dos conhecidos ‘Paredões’ e similares, que a qualquer hora do dia e da noite e em diversas localidades da cidade, acionam os seus aparelhos sonoros em sociedade composta por idosos, crianças, enfermos e pessoas que não estão participando das festividades”.

A intenção é que as autoridades policiais militares do Município de Macau/RN e Guamaré/RN, através dos seus respectivos Comandos, efetuem a apreensão dos veículos que forem flagrados produzindo sons ou sinais acústicos capazes de incomodar o trabalho ou o sossego alheio, independente da época em que a lei for infringida.

JH

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*