PROCURADORIA ELEITORAL PEDE CASSAÇÃO DOS DIPLOMAS DOS DEPUTADOS TOMBA FARIAS E DISSON LISBOA

O Ministério Público Eleitoral no Rio Grande do Norte entrou com um recurso contra expedição do diploma de dois deputados eleitos do Rio Grande do Norte: Tomba Farias (PSB) e Disson Lisboa (PSD). Sobre ambos pesa condenações em órgão colegiado proferida após a diplomação. Ou seja, com as condenações, os dois deputados estão com os direitos políticos suspensos e, portanto, não poderiam assumir o mandato.

No caso do deputado Tomba Faria, o procurador regional eleitoral Gilberto Barroso argumentou, no recurso que tramita no Tribunal Superior Eleitoral, que o político foi condenado por improbidade administrativa em decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Já o recurso contra a diplomação de Disson Lisboa foi assinado pela procuradora regional eleitoral substituta Cibele Benevides, que destacou o fato do parlamentar do PSD ter sido condenado pelo Tribunal de Justiça, por crime de improbidade administrativa.
Política em Foco

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*