PROGNÓSTICO SOBRE INVERNO NO SEMIÁRIDO SERÁ ANUNCIADO HOJE

Meteorologistas que participam em Fortaleza (CE) da 12° reunião de trabalho sobre a avaliação climática para a região Nordeste só devem anunciar hoje as primeiras previsões a respeito da ocorrência de inverno ou de prolongamento da estiagem no semiárido nordestino. O chefe do Setor de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) disse, por telefone, que até o fim de dezembro as águas do Oceano Atlântico estavam frias, mas por conta do aquecimento nessas primeiras semanas de janeiro, decidiu-se “analisar algumas simulações de modelos climáticos” para então se divulgar as previsões para a quadra chuvosa deste ano.

chuva

Gilmar Bristot informou que até o mês passado, como o Atlântico Sul estava frio, havia uma avaliação  inicial de que 2015 seria “um ano difícil inverno, como foi em 2014” e nos dois anos anteriores. Ele também explicou que qualquer previsão divulgada agora, não é uma tendência conclusiva de ocorrência ou não de inverno este ano, pois a série de reuniões de trabalho sobre a previsão de clima devem continuar até o meio abril. A próxima reunião está prevista para Natal na quinta e sexta-feira depois do Carnaval, em fevereiro.

Mas, pra esta semana, a previsão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) é de possibilidades de pancadas de chuvas no litoral e em outras regiões do Rio Grande do Norte.

Em Natal, segundo o Inpe, também poderá chover durante a semana, sendo que a maior probabilidade de chuvas (30%) é para a sexta-feira, enquanto o na quarta-feira o índice é de 13%. Os  demais dias da semana a possibilidade de chuva fica entre 5% e 7%.

A seca que castiga o interior do Estado deve dar uma trégua este ano. De acordo com previsões da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), feita em dezembro, a quadra chuvosa – que geralmente inicia  no mês de março e segue até o mês de junho – pode ter início mais cedo em 2015. O prognóstico é baseado em observações das frentes frias e temperatura do Oceano Atlântico.

No último fim de semana choveu em 32 municípios do Estado, segundo o Setor de Meteorologia da Emparn. Os maiores volumes de chuvas ocorreram em Lagoa de Pedras 34,6 milímetros, Parnamirim 33,5 mm, São G. Do Amarante 27,8 mm e Nova Cruz 26,0 mm. Mas essas  chuvas foram provocadas por um sistema vindo do oceano. As chuvas no semiárido dependem do deslocamento da zona de convergência intertropical.

TN

Deixe uma resposta

Você pode usar essas tags e atributos HTML <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*