Aluno da Uern cria aplicativo para auxiliar comunicação em Braille

Voltar para Blog

Aluno da Uern cria aplicativo para auxiliar comunicação em Braille

Mesmo não sendo portadora de deficiência visual, qualquer pessoa já pode, comunicar-se e entender a linguagem Braille através da internet, graças a um aplicativo criado por um ex-aluno do curso de Ciência da Computação, da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (Uern). O BrailleApp Free já pode ser baixado na internet, gratuitamente na loja virtual Google Play, onde está disponibilizado desde o dia 5 de setembro e já tem sete recomendações por parte dos internautas.

O aplicativo é resultado do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)  do aluno Ailton Francisco de Luna e Silva. O professor do curso de Ciência da Computação no campus da Uern, em Neópolis, Raul Benites Paradeda, orientador do TCC disse que levou um ano, praticamente, para a elaboração do trabalho.

Raul Benites disse que Ailton de Luna e Silva já havia manifestado interesse em criar o app antes mesmo de iniciar o TCC e começou a fazer persquisa por conta própria. Benites explicou que a ideia de Ailton Silva surgiu da necessidade que as pessoas tinham de comunicar-se com portadores de deficiência visual, que usavam, redigiam e liam em alfabeto  Braille.

“Diante da dificuldade dos coletas, ele resolveu criar o aplicativo”, declarou o professor. O aplicativo passou a facilitar o acesso a informações online no próprio sistema informatizado da Uern. Segundo Benites, o aplicativo “é mais voltado para videntes, pessoas que não são cegas, porque o aplicativo ensina a pessoa a conhecer e aprender os sinais do alfabeto em Braille” pois permite tradução para o Português e vice-versa.

O aplicativo BrailleApp só pode ser baixado em telefones celulares e smartphones que rodam o sistema operacional Android 2.3 e mais avançados, mas em breve estará disponível para o sistema IOS, da Apple e Windows Phone, da Microsoft. A TN tentou falar com o aluno, mas a Uern não conseguiu localizá-lo. No TCC, Ailton Silva disse que o aplicativo “visa facilitar o processo de ensino-aprendizagem do sistema Braille (sistema universal de leitura e escrita usado por deficientes visuais)”,  sendo “um aplicativo educativo para auxiliar pessoas, com e sem deficiência visual, que queiram aprendê-lo”.

Funcionalidades
Transcreve texto em Braille, inserido por célula braile virtual interativa desenhada na tela do aparelho, para língua portuguesa. Nesta opção é possível enviar SMS com o texto transcrito (em português).

Transcreve texto em português, inserido através de um teclado convencional, para Braille.

Lista todos os sinais Braille e seus respectivos significados.

Possui um guia de referência sobre a grafia Braille para a língua portuguesa que permite consulta que apresenta o código Braille na grafia da língua portuguesa, suas regras e normas de aplicação.

Permite exercitar a leitura em Braille. São exibidas 10 palavras, individuais, escritas em Braille e o usuário tenta transcrevê-las para português.

Permite exercitar a escrita em Braille. São exibidas 10 palavras, individualmente, escritas em português e o usuário tenta transcrevê-las para Braille, por meio de célula braile virtual interativa desenhada na tela do aparelho.

Fonte: TCC/Ailton Luna e Silva

Compartilhe essa publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − dez =

*

Voltar para Blog